Barueri
Barueri
Santos
Guarulhos
Campinas
+55 (11) 2078-1270 Av. Piraíba, 352 - Tamboré | Barueri/SP
+55 (13) 3333-1050 Rua Augusto Severo 13 – Conj. 33 - Centro – Santos/SP
+55 (11) 2445-6756 Ed. de Apoio TECA 2º andar Sala 203 - Rod. Hélio Smidt - Aerop. de Guarulhos
+55 (11) 97247-7730 Rodovia Santos Dumont KM 66 s/nº Centro Empresarial Viracopos
Horário de Atendimento
Seg a Sex das 8h as 18h

São Cristóvão, segundo a tradição católica, é o padroeiro dos motoristas, daqueles que transportam cargas e também pessoas. Comemora-se sua festa no dia 25 de julho, e aqui cabe-nos contar um pouco de sua história, conhecer quem é este personagem tão importante para caminhoneiros, taxistas e viajantes.

O arcebispo de Gênova Tiago de Voragine, nos conta em sua Legenda Aurea que que um jovem chamado Ofero, nascido no século II d.C., era um garoto dotado de força espetacular, e saiu pelo mundo em busca de “servir o homem mais forte e mais poderoso que encontrasse”.

Nesta busca, se deparou com várias figuras importantes: o governador da cidade, o rei, um bruxo, o diabo. E na sua busca, chegou ao deserto. Conversando com um eremita, descobriu que para servir ao maior de todos os senhores, o mais poderoso, deveria cumprir um desafio: como era um moço alto e forte, deveria carregar nas costas aqueles que quisessem atravessar um determinado rio, de correnteza forte e perigoso, e entregá-los em segurança do outro lado da margem. Esta parecia mesmo uma tarefa desafiadora, daquelas que ofereciam a chance de provar seu valor.

A narrativa nos diz que, certa noite, enquanto dormia, ouviu uma voz suave chamá-lo. Ao responder, deparou-se com uma criança, que lhe pediu para transportá-lo ao outro lado do rio.

“Dize-me menino, por que ao carregar-te tive a impressão de que levava em minhas costas o mundo inteiro?

Com um terno sorriso, a criança respondeu:

– Levaste mais que o mundo inteiro. Teus ombros transportaram o Criador e Redentor de todas as coisas… De agora em diante, por teres carregado o Cristo, tu te chamarás Cristophoros, que em grego quer dizer Cristóvão, aquele que carrega a Cristo. ” Trecho do livro São Cristóvão, de Silvana Cobucci Leite, que nos conta a história do patrono dos Motoristas.

Pela sua fé, ele morreu como mártir por volta do ano 250 d.C., na Síria.

E este São Cristóvão do século 21, o motorista, precisamente no ano em que as pessoas ficaram presas em suas próprias casas, sem poder atravessar os rios, as cidades, os continentes, foi aquele que mais uma vez deixou sua marca na história, carregando cargas e esperança pelo mundo afora.

Cruzando as estradas e avenidas, entrando em portos e aeroportos, quase que solitariamente, cumpriu a missão de cuidar para que milhões de pessoas pudessem ter alimento, remédios, equipamentos médicos, e tudo o mais que fosse necessário para o bem-estar da população.

Continuando a tarefa de servir, desta vez, garantiu com que hospitais, fábricas, farmácias, supermercados, continuassem funcionando. As carretas, trucks, tocos, siders e outros veículos utilitários utilizados no transporte de carga, não ficaram parados nos pátios e garagens das transportadoras e dos motoristas.

O propósito de Cristóvão, a 1700 anos atrás, era servir a Cristo. O Cristóvão do século 21 também cumpriu a sua nobre missão: agora paramentado com máscara, luvas, álcool em gel, além de livrar dos acidentes, assaltos, de todos os contratempos das viagens, também cuida da saúde dos seus devotos.

São Cristóvão século XXI
São Cristóvão século XXI
Sobre o autor

Terra Nova Logística